terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Riscos e rabiscos.

Palavras escritas em um papel qualquer, talvez sem valor algum.

Minha vida vai sendo escrita a mão livre. Não existem réguas e regras, apenas linhas... muitas delas tortas.

Linhas tortas que se transformam em um mar de sentimentos.

Errei por tantas vezes...não pude apagar nada – estava escrito a caneta - .

Corretivo talvez escondesse meus erros, mas não cobriria eternamente.

Se tornaria uma bela cicatriz em minha vida de textos.

Páginas e páginas já foram escritas, mas eu não passo de uma resenha sem correção.

Aqui, vírgulas não me brecam e nem os pontos são capazes de me parar.

E mesmo que me rasgassem, eu continuaria ali... talvez sem sentido ou nexo, mas viva em pequenos retalhos de papel, com outras milhares de historia a contar.

Por: Isabela Oliveira (Menina Colombina)

8 ataques de riso.:

Ranzinza disse...

Retalhos, que jogados para cima, ao cairem formam novas vidas & histórias...

alexandre disse...

É assim que as coisas são, com erros e acertos, mas não se deve nunca parar...


Bjs

Ranzinza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ranzinza disse...

...parar de errar?

fabricadehistoria disse...

de seguir em frente...

Bibi. disse...

Sim. Gostaram do meu texto? :D

alexandre disse...

Muito bom!

DESESTRESSA MANO disse...

voce tem um talento menina, adoro ler teus textos


abraços e obrigado pela visita e comentario em meu blog. volte sempre será bem vinda